Bono, dog campeão mundial de surf, faz tour pelo Nordeste - Itacaré, Maraú e Boipeba no roteiro

Na gravação da segunda temporada de "Bono, o cão surfista", Ivan segue viagem pelo litoral do Brasil, acompanhado de sua esposa, a publicitária Camila Tani e seus quatro cachorros. Eram três no início da viagem, mas ele adotou a cadela Moqueca na Praia de Taipu de Fora, Península de Maraú, já no trajeto.

Um cachorro surfista, campeão mundial, recordista no Guinness Book e protagonista de uma série de TV. Esse é o Bono Surf Dog, a celebridade canina que venceu cinco vezes o mundial de Surf Dog e tem passado as últimas semanas nas praias mais lindas da Bahia para gravação do seu programa para o canal OFF.

Bono Surf Dog, acompanhado de seu dono Ivan Moreira, começou a surfar ainda cedo, aos cinco meses de idade. O educador físico e empresário comprou uma prancha de SUP e o colocou em cima e o cachorro se equilibrou e começou a abanar o rabo em sinal de aprovação. Ali nascia uma dupla campeã mundial. "Estava aprendendo a remar, a primeira vez na prancha de SUP e o Bono como um bom labrador veio nadando atrás de mim e tentou subir na frente. Quando ele botou as patas para subir na prancha foi algo incrível porque ele ficou bem equilibrado e curtindo. Eu tinha visto muitos cachorros em cima, de frente ou deitado, porque balança e para o cachorro fica desconfortável. Mas ele se equilibrou, ficou curtindo, amarradão e eu comecei a remar já com ele em cima", contou Ivan sobre a primeira experiência de Bono em uma prancha. O educador físico e surfista amador mal sabia que ali a sua vida mudaria completamente. Já no ano seguinte foram participar do Surf City Surf Dog, campeonato mundial de Surf Dog, na Califórnia. Na sua modalidade, Bono já estreou como estrela e foi campeão em uma disputa contra dezenas de outros cachorros. Desde então, são cinco títulos e um vice-campeonato.

"Fui na Praia do Rosa, em Florianópolis e fui remando com ele, pegando várias ondinhas e ele amarradão. A galera na praia já curtiu a parada e a partir desse momento eu comecei a treinar em condições menores. Desenvolvemos uma técnica para que a gente conseguisse surfar ondas maiores. Então descobri que existia um campeonato mundial na Califórnia. Quando eu chego lá, era um mega evento, tinha cachorro do Canadá, Flórida, Austrália e mais de quatro mil pessoas na praia. A gente foi competindo, passamos as baterias, chegamos na final e ganhamos a categoria", contou Ivan. O título mundial tornou Bono uma celebridade e o levou a diversos programas de TV. Ao se tornar pentacampeão, ele ganhou até mesmo uma série no OFF, uma das mais assistidas no canal de TV a cabo em sua primeira temporada. O cão surfista também possui 232 mil seguidores no Instagram e mais de 100 mil no Tik Tok. Ele já surfou em praias de Miami, Nova York, Hawai, Perú, Califórnia, entre outros lugares. Agora, aos 11 anos, Bono já deixou uma herdeira, a Cacau Surf Dog. Com apenas um ano e três meses, a cadela já surfa junto com o pai e Ivan. Os três juntos vão na prancha com o Bono atrás, como sempre surfou, e a Cacau no bico. Ela irá estrear no dia 27 de novembro, na segunda edição do Surf Dog Festival, que dessa vez vai reunir dezenas de cães de várias partes do país na Praia de Miami, em Natal. "Foi tudo bem natural. Aos três meses de idade ela começou a ir para a praia quando eu ia surfar com o Bono e já queria subir em cima da prancha. No início era difícil segurar a pequena. Foi tudo feito gradativamente e com muita calma para a Cacau ir curtindo e se familiarizando com o mar", disse o educador físico. Tour na Bahia Na gravação da segunda temporada de "Bono, o cão surfista", Ivan segue viagem pelo litoral do Brasil, acompanhado de sua esposa, a publicitária Camila Tani e seus quatro cachorros. Eram três no início da viagem, mas ele adotou a cadela Moqueca na Praia de Taipu de Fora, Península de Maraú, já no trajeto.

"Adotamos um aí no caminho, lá em Maraú. Estamos com quatro cachorros dentro do carro. Adotei a cachorrinha, ou melhor ela me adotou. A filhotinha apareceu na minha porta, dei comida para ela e agora ela faz parte aí da nossa família", contou sobre a nova integrante da família, a Moqueca. No Instagram @bonosurfdog tem um vídeo no Feed que conta essa linda história de adoção.

"A ideia foi viajar pelas praias do Nordeste, passando até o Maranhão. Então, começamos a gravar a segunda temporada iniciando na Praia de Regência, no Espírito Santo, e terminado nas praias da Península de Maraú. Passamos por vários lugares incríveis, como Santa Cruz Cabrália, Itacaré, Maraú. Ficamos em lugares lindos, onde fomos muito bem recebidos", disse Ivan sobre a viagem.

As piscinas naturais de Moreré, na Ilha de Boipeba (Cairu - BA), ganharam destaque nas redes sociais da família. "O Caribe é (com certeza) aqui em Moreré!. Que diaaaaa!!! Já tinha ouvido falar muito da Ilha de Boipeba e suas praias paradisíacas, mas confesso que mesmo com uma expectativa alta esse lugar conseguiu me surpreender. Que paraísooo!!! E, para ser ainda mais perfeito, nossos filhotes foram super bem recebidos em todos os lugares que fomos. Com certeza iremos voltar!", foi o que afirmaram em post na rede Instagram @bonosurfdog A viagem com a família é um sonho de Ivan, que aponta os cachorros como os seus filhos. "Eu estou viajando agora com meus cachorros e assim é incrível poder compartilhar tudo isso com eles. O que eu mais amo fazer na vida é compartilhado com o meu melhor amigo. Vou te falar, o coração chega a explodir", relatou o educador sobre a sua relação com Bono. Nesse tour na Bahia, mais precisamente em Praia do Forte, Bono surfou nesta sexta (05/11), ao lado de Davi Lucca (@daviluccasurf), surfista mirim baiano de apenas sete anos, considerado uma promessa do esporte. "Eu sei que o moleque é um fenômeno e estou amarradão por conhecê-lo também", contou. Fonte/Por: Daniel Genonadio - atarde.uol.com.br Acréscimos de Vanessa Andrade - V1 Comunicação Fotos: Divulgação / Instagram @bonosurfdog

novocardestúdio.jpg
CARROFEED.jpg
cairu007.jpeg
pilates1 (3).png
vostokfeed.jpg
cardsimple1.jpg