Baixo Sul terá novo complexo policial e núcleo de atendimento à mulher

No projeto de modernização, as unidades ganham uma arquitetura padrão, como os prédios das policlínicas regionais de saúde, com design semelhante.

A cidade de Valença, no Baixo Sul da Bahia, vai ganhar um complexo policial com infraestrutura moderna até junho deste ano. O novo prédio da 5ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) funcionará no bairro Novo Horizonte, a 700 metros de onde funciona o atual prédio da Polícia Civil. O investimento é de R$ 1,8 milhão.


Além do novo prédio, a antiga sede da Coorpin está sendo reformada para abrigar um Núcleo Especial de Atendimento à Mulher (Neam), como explica o assessor especial do gabinete da delegada-geral, delegado Artur Guimarães. “Além do Neam, a antiga sede, quando remodelada, também contará com uma Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes para benefício de mais de 15 cidades e distritos. As unidades seguirão um modelo de inquérito policial digital, através do Sinesp, para uma investigação mais rápida e aprofundada para solução dos crimes”.


As obras do novo complexo policial vão beneficiar cerca de 320 mil pessoas, incluindo os moradores de Valença e de outros 15 municípios baianos, e são parte do projeto de modernização de unidades das polícias Civil e Militar em 46 cidades da Bahia, com um investimento total de R$ 83 milhões.

O coordenador da 5ª Coorpin, delegado José Raimundo Neri Pinto, ressalta a importância do empreendimento para os policiais e a população. “A construção está bem adiantada. Existe a previsão de o complexo ser inaugurado até junho deste ano, todo mobiliado, para que delegados, escrivães e investigadores possam desfrutar de uma unidade policial com uma maior qualidade de trabalho e oferecer um melhor serviço para os moradores de Valença e cidades próximas”, afirma o delegado.


No projeto de modernização, as unidades ganham uma arquitetura padrão, como os prédios das policlínicas regionais de saúde, com design semelhante. O novo prédio da 5ª Coorpin terá, entre outras especializadas, a primeira delegacia de Furtos e Roubos da cidade.



Redução de feminicídios e outros crimes


De acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP), em janeiro deste ano, Valença registrou uma queda de 100% no número de feminicídios em relação ao mesmo mês de 2021. “Existem muitos crimes hoje praticados contra a mulher em que a gente já conta com um atendimento aqui na 5ª Coorpin, mas, com a chegada desse novo complexo, nós daremos uma atenção maior para a redução dos feminicídios”, informa o delegado Raimundo Neri.


Neri destaca ainda o trabalho conjunto de outros delegados e profissionais da Polícia Civil no combate à criminalidade, que resultou não somente na queda de feminicídios como também na redução de cerca de 30% de outros crimes em 2021, na comparação com o ano de 2020. “Com essa queda de 30% de crimes em 2021, em Valença, ganhamos o Prêmio por Desempenho Policial (PDP) que é a dado aos policiais que conseguiram reduzir um mínimo de 6% na criminalidade em sua região. Em 2021, nós tivemos cinco vezes mais o mínimo necessário exigido pelo Governo do Estado para ganharmos o PDP”.


Em 2022, o Governo do Estado vai pagar o PDP para 12 mil policiais militares, civis e peritos que reduziram as mortes violentas na Bahia, no segundo semestre de 2021. Os profissionais irão receber entre R$ 371 e R$ 1,8 mil. O custo é de aproximadamente R$ 13,7 milhões.


Novas delegacias e sedes da PM


Além de Valença, a lista de unidades da Polícia Civil que serão reformadas ou ampliadas, no interior do estado, inclui as cidades de Antas, Araci, Banzaê, Barra do Choça, Caetanos, Conceição do Coité, Cotegipe, Dário Meira, Encruzilhada, Esplanada, Gandu, Gentio do Ouro, Iaçu, Ibicoara, Ichu, Iraquara, Irecê, Itagibá, Itiruçu, Jaguaquara, Jeremabo, Lafaiette Coutinho, Laje, Lençóis, Maracás, Macaúbas, Mucugê, Nova Soure, Ribeira do Amparo, Santa Rita de Cássia, Santa Luz, Santa Maria da Vitória, Saúde, Serrolândia, Sítio do Quinto, Ubaíra e Wanderley.


Na última semana, a diretora do Departamento de Polícia do Interior (Depin), delegada Rogéria Araújo, visitou as obras das delegacias em Nova Soure – que terá uma unidade conjugada com a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros Militar no valor de R$ 2,2 milhões – e nos municípios de Antas, Jeremoabo e Sítio do Quinto, cada uma com o custo de R$ 1,7 milhão.


“São avanços altamente significativos para as comunidades de cada cidade contemplada. Dessa forma, o Depin, com suas coordenadorias e unidades, estará ainda mais perto da população”, pontuou a delegada Rogéria Araújo.


Já as sedes que receberão investimentos na infraestrutura ficam em Andaraí, Araci, Barra do Choça, Caetanos, Conceição do Coité, Cotegipe, Dário Meira, Iaçu, Itagibá, Lençóis, Macaúbas, Nova Soure, Santa Maria da Vitória, Santa Rita de Cássia, Seabra, São José do Jacuípe, Saúde, Teolândia e Wanderley.


Repórter: Patrícia Narriman / Ascom SSP BA

Fonte/Fotos: Vanessa Andrade - V1 Comunicação

novocardestúdio.jpg
cairu007.jpeg
pilates1 (3).png
cardsimple1.jpg