top of page

Asfalto em Valença: entenda as obras executadas na cidade

O site Baixo Sul em Pauta pesquisou as obras em andamento, suas fontes de recursos e período de execução.

Muito se fala sobre as obras de pavimentação asfáltica na cidade de Valença nos últimos meses e algumas pessoas se confundem em relação aos respectivos articuladores que conseguiram viabilizar cada u ma delas, ou, como o povo diz, os “pais das crianças”.


Para entender, pesquisamos e conferimos as origens financeiras e também os responsáveis pelo benefício, que é um dos mais esperados pela população nos últimos anos.


São três frentes de trabalhos, sendo uma delas já concluída desde 2022. Apesar de serem feitas quase que simultaneamente, foram três licitações diferentes e três órgãos fiscalizadores também diferentes: uma da Conder, outra da Seinfra Estadual (ambas Governo do Estado) e a outra da Prefeitura / Seinfra Municipal.


A primeira foi um pedido do empresário Marcos Medrado (PV) ao Governo do Estado e contempla cerca de 1,5 quilômetro da entrada da cidade pela BA-542, mais especificamente no trecho que vai do Jambeiro passando pelo Pitanga até a Rua 7 de setembro. Esses serviços foram executados e concluídos já no final de 2022 restando apenas a sinalização da pista.


A placa (foto abaixo) informa o valor de R$ 978.991,41 (novecentos e setenta e oito mil, novecentos e noventa e um reais e quarenta e um centavos) e a responsabilidade é do Governo da Bahia através da Conder.

Outra obra que Valença ganhou foi a de 6,25 quilômetros, fruto da emenda parlamentar do deputado federal Paulo Magalhães (PSD) que enviou recursos à Secretaria Estadual de Infraestrutura do Estado da Bahia, que por sua vez, licitou os serviços e contratou a empresa.


A placa da obra (vide foto abaixo) foi afixada ao lado da ponte do Pitanga, mas foi derrubada. Conseguimos fazer a foto que mostra as informações da obra. O valor é de R$ 3.923.453,04 (três milhões, novecentos e vinte e três mil reais quatrocentos e cinquenta e três reais e quatro centavos).

Essa obra está encaminhada pelo deputado desde o ano de 2018, mas, na época, o município estava com problemas impeditivos de documentação que fez com que a gestão municipal não recebesse a emenda. Devido ao impasse, Paulo Magalhães decidiu direcionar o valor de 2 milhões de reais em favor do Estado, que complementou com o restante do recurso e viabilizou o asfaltamento das principais ruas da travessia urbana de Valença.


A obra ainda está em andamento, restando alguns trechos e ainda a sinalização horizontal. Em janeiro deste ano, o deputado enviou um vídeo pelas redes sociais comemorando a execução de quase 100% da obra e agradecendo a confiança dos valencianos.


A terceira obra de requalificação asfáltica é da Prefeitura Municipal de Valença, financiada com recursos próprios, por ordem do prefeito Jairo Baptista.


Os serviços estão também em fase final e transformou totalmente as ruas do Amparo, Veteranos da Independência, Advogado Muniz e a Avenida Dendezeiros.


A placa (foto abaixo) está colocada no canteiro entre a Igreja da Matriz e a Rua Veteranos da Independência e tem as informações da obra municipal, de responsabilidade da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Urbanismo de Valença. O valor é de R$ 1.178.666,03 (hum milhão, cento e setenta e oito mil, seiscentos e sessenta e seis reais e três centavos).


Com informações do site Baixo Sul em Pauta.

bottom of page