top of page

ACM Neto vence na capital e em 16 das 20 maiores cidades baianas

Mesmo sem ter saído vencedor da disputa pelo governo do estado, o ex-prefeito de Salvador obteve vantagem considerável nas maiores cidades da Bahia.

O candidato ao governo do estado ACM Neto (União Brasil) ampliou sua vantagem sobre o candidato eleito Jerônimo Rodrigues (PT) em 13,11 pontos percentuais em comparação com o primeiro turno na capital baiana. Em Salvador, ACM Neto teve 64,51%, o que representa 11,72 pontos percentuais a mais do que durante a primeira etapa das eleições deste ano. Já Jerônimo Rodrigues, teve queda de votos na capital, saindo de 36,88% para 35,49% no segundo turno.


ACM Neto venceu em todas as zonas eleitorais de Salvador, cidade que foi prefeito entre 2013 e 2020, mesmo tendo perdido a disputa pelo Palácio de Ondina. Com 100% das urnas apuradas, ACM Neto obteve 1.013.094 votos. Já o candidato eleito, ficou atrás com 557.418 votos na capital.


A 13º zona eleitoral foi a que garantiu mais votos a ACM Neto, onde obteve 69,81% dos votos válidos, contra 30,18% de Jerônimo. A zona é formada por bairros como Pituba, Itaigara e Caminho das Árvores. Mesmo com o bom desempenho na capital, o ex-prefeito ficou atrás na totalização dos votos por conta dos resultados em cidades do interior.


No domingo (30), mais moradores da capital do estado saíram de casa para exercer a democracia. Enquanto no primeiro turno houve 17,91% de abstenção em Salvador, no segundo o número caiu para 16,09%. Na mesma linha, menos residentes da cidade anularam seus votos nas urnas e decidiram tomar partido. Se no dia 2 de outubro eram 1,85% votos brancos e 4,52% nulos, dessa vez foram 1,25% e 4,39% respectivamente.


Grandes cidades


Entre as 20 cidades mais populosas do estado, com exceção da capital, o ex-prefeito de Salvador também obteve vantagem. ACM Neto ganhou em 16 delas, o que representa 80% desses municípios. Confira a lista completa abaixo.


Na lista das 10 maiores cidades da Bahia (Feira de Santana, Vitória da Conquista, Camaçari, Juazeiro, Itabuna, Lauro de Freitas, Teixeira de Freias, Barreiras, Ilhéus e Jequié), sem contar o maior colégio eleitoral do estado, Jerônimo Rodrigues ganhou em apenas uma, Jequié. Mesmo assim, a disputa foi acirrada na cidade do centro-sul e o petista ficou à frente por apenas 2,82 pontos percentuais.


Da lista das 20 cidades com os maiores colégios eleitorais, ACM Neto obteve margem de vitória mais ampla em: Luís Eduardo Magalhães (70,40%), Itabuna (61,16%), Teixeira de Freitas (60,05%),Vitória da Conquista (59,05%) e Feira de Santana (58,95%). Vale mencionar que em Teixeira de Freitas, Jerônimo Rodrigues havia sido vitorioso no primeiro turno, o que não se consolidou no segundo.


Nem a força de prefeitos contrários foi suficiente para que ACM Neto ficasse atrás na disputa nos maiores colégios eleitorais. Em Itabuna, no sul, onde o ex-prefeito obteve grande vantagem, o prefeito Augusto Castro (PSD) fez campanha para Jerônimo Rodrigues, por exemplo. O mesmo ocorreu em Valença, também no sul, município em que o prefeito Jairo Baptista (PP) apoiou o petista na corrida pelo governo do estado.


ACM Neto virou votos de seis das 20 maiores cidades do estado


Em relação às 20 maiores cidades do estado, com exceção da capital, o candidato ao governo da Bahia ACM Neto (União Brasil) ganhou em seis municípios em que não havia vencido no primeiro turno das eleições. O ex-prefeito de Salvador virou votos o suficiente para ficar à frente de Jerônimo Rodrigues (PT) em Juazeiro, Teixeira de Freitas, Barreiras, Ilhéus, Porto Seguro e Eunápolis.


A eleição para governador em Teixeira de Freitas, no sul do estado, havia sido uma das mais apertadas da Bahia. Jerônimo Rodrigues ficou à frente de ACM Neto por apenas 0,06 pontos percentuais. Além de ter virado a disputa ao seu favor, o ex-prefeito de Salvador ampliou a vantagem para 20,1 pontos percentuais na cidade.


A região sul do estado foi onde ACM Neto ganhou mais votos no segundo turno. Em Eunápolis, Jerônimo Rodrigues venceu por 1,4 pontos de diferença, mas na segunda etapa do processo democrático, ACM Neto abriu vantagem de 16,06 pontos percentuais.


Como as 20 maiores cidades do estado, com exceção da capital, votaram:


Feira de Santana: ACM Neto (58,95%) Jerônimo (41,05%)

Vitória da Conquista: ACM Neto (59,05%) Jerônimo (40,95%)

Camaçari: ACM Neto (57,41%) Jerônimo (42,59%)

Juazeiro: ACM Neto (52,21%) Jerônimo (47,79%)

Itabuna: ACM Neto (61,16%) Jerônimo (38,84%)

Lauro de Freitas: ACM Neto (58,98%) Jerônimo (41,02%)

Teixeira de Freitas: ACM Neto (60,05%) Jerônimo (39,95%)

Barreiras: ACM Neto (54,01%) Jerônimo (45,99%)

Ilhéus: ACM Neto (54,16%) Jerônimo (45,84%)

Jequié: Jerônimo (51,41%) ACM Neto (48,59%)

Alagoinhas: ACM Neto (55,80%) Jerônimo (44,20%)

Porto Seguro: ACM Neto (55,25%) Jerônimo (44,75%)

Simões Filho: ACM Neto (55,43%) Jerônimo (44,57%)

Paulo Afonso: Jerônimo (63,23%) Jerônimo (36,77%)

Eunápolis: ACM Neto (58,03%) Jerônimo (41,97%)

Santo Antônio de Jesus: ACM Neto (56,18%) Jerônimo (43,82%)

Valença: ACM Neto (53,91%) Jerônimo (46,09%)

Luís Eduardo Magalhães: ACM Neto (70,40%) Jerônimo (29,60%)

Candeias: Jerônimo (55,30%) ACM Neto (44,67%)

Guanambi: Jerônimo (58,84%) ACM Neto (41,16%)


do Correio da Bahia.

bottom of page